E lá vamos nós…

Dae, tchê! Mais um pedacinho da história… e hoje é realmente um pedacINHO =D Hope you like it, anyway…

IV

Cinco jovens no meio da praça de uma aldeia encarando um colossal dragão vermelho. Os olhos reptilianos pousaram nos cinco pequenos a sua frente. Sentiu algo diferente neles, uma energia de outro plano, quem sabe. Reparou nas roupas, realmente não eram dos arredores, nem de lugar algum que pudesse lembrar. Mas deviam ser da mesma guilda, seita, divisão, o que fosse, pois usavam a mesma roupa. Até mesmo a garota. Deteve o olhar nela por mais tempo, aquela criatura o interessava, inexplicavelmente. De repente, como um filme em sua cabeça, brotou algo há muito esquecido. Uma profecia? A profecia!? Finalmente as coisas deixariam de ser monótonas. Agradeceu por ter uma memória tão boa, caso contrário teria exterminado a última esperança do seu mundo. O dragão acenou com a cabeçorra, deu meia-volta e se foi.

– “Mas que dia…”, começou Diego, mas foi interrompido pelo som de portas e janelas sendo escancaradas, somado as ovações dos habitantes da aldeia. Brados de “viva”, “heróis”, “milagre” retumbaram pelo vale. Logo os cinco estavam cercados por pessoas que os olhavam com admiração e respeito. Um senhor, que aparentava ter uns 50 anos se adiantou, ajoelhando-se na frente do grupo pasmo, dizendo:

– “Caros e valorosos jovens! Estamos extremamente gratos por terem nos salvo. Não sei como ficaram sabendo do ataque, muito menos por que se arriscaram para salvar uma aldeia tão pobre como a nossa, mas mesmo assim, agradecemos do fundo dos nossos corações!”

– “Levante-se, caro senhor!”, disse Guilherme, adiantando um passo na direção do velho. “Salvamos a aldeia em nome da justiça”, declarou de maneira heróica.

– “Guilherme, nem pense em dar uma de paladino da justiça! Tu sabe muito bem que não foi assim!”, Natália puxa o amigo pelo braço, a censura transbordando pelos olhos.

Mas os aldeões não ouviram nada do que ela disse, quando o rapaz declarou, com pose de herói, que os salvara em nome da justiça, eles começaram a urrar, arrastaram os jovens para uma estalagem e começaram a preparar uma grande festa de comemoração.

Soooo, people… por hoje é só, mas semana que vem tem mais… uma discussão abala nosso grupo de heróis! “Colocando os pingos nos is” coming soon, aheuheuheuaheuah

Itte kimasu o/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: